window.dataLayer = window.dataLayer || []; function gtag(){dataLayer.push(arguments);} gtag('js', new Date()); gtag('config', 'UA-104455988-1');
Blog da Gena

Tudo sobre o setor de Energia Solar para empresas

Conheça como elaboramos um projeto de energia solar

Conheça como elaboramos um projeto de energia solar
Equipe Gena

Equipe Gena Energia Solar

10 de janeiro de 2022

A geração de energia elétrica a partir dos painéis solares é relativamente simples e não demanda do consumidor nenhum tipo de conhecimento técnico. Mas para que isso ocorra, o projeto de energia solar instalado deve ser rigorosamente planejado.

Na Gena, a etapa de elaboração do projeto é uma das mais importantes. É nesse momento que estabelecemos todos os parâmetros e requisitos para que o local de instalação produza energia solar de maneira eficiente, limpa e sustentável.

Confira todas as etapas e requisitos do projeto de energia solar!

Primeira etapa: Dimensionar o sistema fotovoltaico

A primeira etapa é o momento em que nossos projetistas dimensionam o sistema de energia solar que será instalado no local. Para isso, eles analisam dois fatores:

  • O consumo elétrico mensal estimado do cliente;
  • Incidência de radiação (luz solar) do local de instalação.

A partir disso, o projetista opta por equipamentos que possuem potências suficientes para dar conta da demanda de energia elétrica que o cliente tem conforme a incidência média de luz solar no local.

Após fazer essa estimativa, o projetista determina a potência e tensão do sistema, além do número de módulos fotovoltaicos (placas solares) que serão necessárias.

O sistema de energia solar (sistema fotovoltaico) é composto por 5 itens principais:

  • Painel solar fotovoltaico: placas solares que ficam no telhado;
  • Inversor solar: equipamento que altera a corrente elétrica de contínua para alternada e direciona a energia elétrica excedente para a rede da distribuidora;
  • Caixa de junção (string box): protetora do sistema contra danos elétricos;
  • Estruturas de suporte e ancoragem: equipamentos que fixam as placas solares no telhado;
  • Cabeamento: cabos e conectores que realizam a conexão elétrica entre os componentes.

Segunda etapa: Inspecionar a unidade consumidora

Na segunda etapa, o projetista vai fazer uma inspeção técnica e vai emitir um projeto preliminar com os dados da primeira etapa, onde calculou o tamanho necessário do sistema fotovoltaico.

Para isso, o projetista avalia diversos elementos na visita técnica, como:

  • Tipo de telhado onde serão fixados os equipamentos;
  • Orientação solar no telhado;
  • Incidência solar no telhado;
  • Tipo de ligação elétrica que o imóvel possui;
  • Incidência de sombras no telhado;
  • Cálculo da área no telhado onde as placas serão instaladas.

Nesta visita, o projetista também avalia o local onde o inversor solar será instalado. Os equipamentos são preparados para ficar expostos ao tempo, no entanto, o recomendado é que fiquem abrigados. Quando não há essa possibilidade em algumas instalações, eles ficam expostos.

Essas informações são importantes para o projetista estimar o retorno financeiro e fazer o cálculo de rendimento energético do sistema. 

Terceira etapa: Finalizar os detalhes do projeto elétrico

Agora é o momento em que o projetista responsável e a equipe especializada da Gena finalizam o projeto elétrico do Sistema Fotovoltaico Conectado à Rede (SFCR).

Com toda a documentação pronta, baseada nos dados coletados nas etapas 1 e 2, inicia-se a solicitação do acesso à rede. A seguir, estão os documentos necessários para finalizar os detalhes do projeto:

  • Anotação de Responsabilidade Técnica (ART);
  • Certificado de conformidade do Inversor Solar;
  • Lista das unidades consumidoras do projeto.

Com esses documentos em mãos, a distribuidora de energia elétrica fará a revisão do projeto e, em seguida, fará a autorização para instalação do sistema.

Quem pode assinar um projeto de energia solar?

Você sabia que apenas profissionais habilitados podem assinar um projeto de energia solar? Seja em residências ou espaços comerciais, diversas certificações são necessárias para garantir que o projeto será executado por uma pessoa capaz de garantir a segurança e o melhor uso de todo o sistema.

Segundo o artigo 8º da resolução n.º 218 de 29/06/1973 do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CREA/CONFEA), apenas o engenheiro eletricista tem as atribuições técnicas necessárias para assinar um projeto de sistema fotovoltaico.

E, de acordo com os artigos 1º, 3º e 5º da resolução n.º 74 do CFT, técnicos industriais podem projetar, executar, inspecionar sistemas fotovoltaicos com potência de até 800 kVA.

Normas técnicas para um Projeto de Energia Solar

Confira abaixo as normas técnicas de referência (ABNT) e as normas regulamentadoras de segurança do trabalho que orientam um projeto de sistema fotovoltaico.

  • ABNT NBR 5410 – Instalações elétricas em baixa tensão;
  • ABNT NBR 14039 – Instalações elétricas em média tensão;
  • ABNT NBR 16690:2019 – Instalações elétricas de Arranjos Fotovoltaicos – Requisitos de Projeto;
  • ABNT NBR 10899:2006 – Sistemas Fotovoltaicos – Terminologia;
  • ABNT NBR 16149:2013 – Sistemas Fotovoltaicos – Características da interface de conexão com a rede elétrica de distribuição;
  • ABNT NBR 16150:2013 – Sistemas Fotovoltaicos – Características da interface de conexão com a rede elétrica de distribuição – Procedimento de ensaio de conformidade;
  • ABNT NBR 16274:2014 – Sistemas fotovoltaicos conectados à rede – Requisitos mínimos para documentação, ensaios de comissionamento, inspeção e avaliação de desempenho;
  • ABNT NBR IEC 62116:2012 – Procedimento de ensaio anti-ilhamento para inversores de sistemas fotovoltaicos conectados;
  • ABNT NBR 5419 – Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas;
  • ABNT NBR 16527:2016 – Aterramento para sistemas de distribuição;
  • NR10 – Segurança em Instalações e serviços em eletricidade;
  • NR35 – Trabalho em altura.

Conheça a Gena: Projetos de Energia Solar com eficiência, segurança e sustentabilidade

Na Gena Energia Solar, nós prezamos por oferecer um serviço de qualidade, eficiente e seguro. 

Para isso, seguimos rigorosamente as normas técnicas e regulamentadoras no planejamento, instalação e manutenção de Projetos de Energia Solar.

Todos os nossos projetistas possuem graduação em Engenharia Elétrica e especialização em sistemas fotovoltaicos. Além disso, nossos técnicos de campo são eletricistas com formação técnica.

Na hora da instalação, o engenheiro projetista está sempre presente. Garantindo, assim, que todas as normas de segurança e eficiência sejam observadas.

Conheça nossos projetos e entre em contato com a Gena!

Equipe Gena

Equipe Gena Energia Solar

10 de janeiro de 2022

Deixe seu comentário