Blog da Gena

Placa Solar: como evitar danos?

placa solar

2, novembro 2021

A placa solar absorve a luz que vem do sol e transforma em energia elétrica com corrente contínua. A energia captada é enviada ao inversor que se transforma em corrente alternada.

Um sistema fotovoltaico é um investimento razoavelmente alto. Por isso, todo cuidado é pouco. Tanto na hora de adquirir quanto na hora de instalar as placas solares.

Mas, para além da compra e instalação, o sistema de fotovoltaico demanda cuidados e manutenção regular para manter-se em pleno funcionamento. 

Portanto, no post de hoje vamos dar algumas dicas de como você pode aumentar a vida útil do sistema fotovoltaico. Assim como, falaremos de como você pode evitar danos, economizando tempo, dinheiro e energia.

Mas, se você está chegando aqui no blog pela primeira vez, quero te convidar a ver outros posts mais introdutórios ao mundo da energia solar fotovoltaica:

Dispositivos para cuidar da sua placa solar

Para garantir proteção, cuidado e um bom funcionamento do seu sistema fotovoltaico existem alguns dispositivos bem conhecidos e de fácil acesso e instalação.

Mas, antes de falarmos dos principais cuidados e dispositivos é importante que você conheça algumas normativas sobre a energia solar.

Sistema SPDA

Vamos começar com o Sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA) que protege suas placas solares contra descargas elétricas provocadas por raios durante tempestades. 

O SPDA é constituído por um pára-raios ligado a uma malha de aterramento. 

Portanto, todas as partes do sistema fotovoltaico passíveis de energização são aterradas. 

Dessa forma, o pára-raios atrai o relâmpago e o desvia para um caminho alternativo que leva a eletricidade até o solo.

De acordo com a ABNT NBR 5419  o posicionamento do SPDA deve ser definido no projeto da edificação. Pois, assim, será possível realizar uma instalação integrada entre o objeto protegido e o SPDA.

O acesso à terra e a utilização adequada das armaduras metálicas das fundações como eletrodo de aterramento podem não ser possíveis após o início dos trabalhos de construção. 

E, por fim, a resistividade do solo deve ser considerada para se dimensionar o subsistema de aterramento, que pode influenciar certos detalhes do projeto civil das fundações. 

String-box

O string-box é um quadro elétrico instalado entre o inversor e as placas solares, seu objetivo é proteger o sistema fotovoltaico de possíveis anomalias, descargas elétricas ou alguma impedância da eletricidade. 

O string-box é composto pela chave seccionadora, o Dispositivo de Proteção Contra Surtos (DPS) e os fusíveis. A grosso modo, esses aparelhos funcionam como um filtro protetor para a central elétrica da placa solar.

O dispositivo mais importante da string-box é o DPS, que detecta as sobretensões desviando o surto elétrico para o sistema de aterramento em questão de frações de segundos.

Então, quando acontece alguma situação fora do normal, a chave seccionadora age interrompendo a passagem de energia no circuito. Dessa forma, o string-box protege a central da placa e também aumenta sua vida útil.

Limpeza, sobrepeso e cuidados cotidianos

As placas solares podem ser limpadas, desde que não sejam usados produtos químicos. As chuvas normalmente acabam fazendo essa função, mas em lugares mais áridos é preciso que a camada de poeira seja retirada de vez em quando. Mas, só com água limpa e um pano.

Outro cuidado é com o sobrepeso. É comum ver vídeos de pessoas andando sobre a placa solar, mostrando a resistência do produto. Mas, isso não é indicado. É melhor evitar esse tipo de comportamento. 

Árvores muito próximas das placas também podem se tornar um problema. Além das folhas, sujeira de aves dentre outras situações da natureza, a copa da árvore pode fazer sombra sobre a placa e diminuir sua captação de luz solar.

Por fim, é bom ter cuidados para que você não fique exposto a um acidente com a placa solar. Mesmo danificado, um sistema fotovoltaico ainda pode produzir mais de 650 volts de circuito aberto e quase 9 amperes de corrente de curto-circuito. 

No vídeo abaixo uma demonstração do que pode acontecer quando uma placa solar entra em curto circuito.

vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=S9a2oPCIMr0&t=45s 

Se você quer saber mais sobre manutenção das suas placas solares, a Gena Energia Solar tem outro post falando sobre como fazer a manutenção do sistema fotovoltaico.

Como instalar corretamente uma placa solar?

É importante frisar que não é recomendado que o sistema fotovoltaico seja instalado por pessoas que não sejam profissionalmente capacitadas. 

Portanto, a melhor opção é contar com ajuda profissional. E, para isso, você pode contar com a Gena Energia Solar.

Mas, se antes de nos contactar você gostaria de saber como uma placa solar deve ser instalada, vamos passar um passo a passo muito utilizado no Brasil.

Verificar a conta de energia elétrica

Em alguns estados do Brasil já existem incentivos fiscais e econômicos para quem utiliza a energia solar. Então é importante você verificar qual tem sido o seu consumo médio de energia elétrica. E então entrar em contato com a distribuidora de energia elétrica do seu Estado.

Fazer orçamentos com empresas do setor

O  Brasil conta com inúmeras empresas de instalação de sistemas fotovoltaicos. Portanto, os orçamentos podem ser variados. Inclusive tudo depende do quanto será o seu consumo, isso definirá a quantidade de placas solares necessárias para compor o seu sistema fotovoltaico. 

Lugar com mais incidência solar

É comum as placas serem instaladas nos telhados, pois é o lugar onde mais há incidência solar. Lembrando que o sistema fotovoltaico capta a luz do sol e não o calor. É feito, então, um estudo de viabilidade para saber a quantidade de captação solar possível para o lugar escolhido.

Etapas da instalação

Dentro do orçamento será desenhado um projeto que prevê o local de instalação das placas solares. A partir desse layout instalar os “suportes” para os painéis solares. Se for no teto, as telhas são removidas, já no telhado de metal os suportes serão parafusados na mesma estrutura. Após essa etapa, vem a instalação dos “trilhos” onde os painéis solares serão fixados. Por fim, o profissional fará a conexão dos cabos às placas e ao inversor. A partir daí a distribuição passa a ser feita pela rede elétrica do estabelecimento.

Conheça o kit solar de 10Kwp da Gena

A Gena trabalha com kits de energia solar acima de 10 KW, que geram em torno de 1.100 kwh por mês, com placas de 450w. Isso pode significar uma economia de aproximadamente R$950,00 na conta de luz.

O sistema é composto pelos módulos fotovoltaicos e a inteligência está no inversor de frequências, que é instalado e sincronizado com a rede da Concessionária, permitindo assim o livre trânsito da energia seja para injeção na rede ou consumo para as cargas.

Portanto, o kit de energia solar da Gena é composto por placas solares de alta qualidade, que garantem economia, eficiência e sustentabilidade. 

Fique por dentro!

Quer saber tudo o que acontece no universo da Energia Solar Fotovoltaica? Então te convidamos a acompanhar nosso blog. Ou, deixar nos comentários suas dúvidas, sugestões e críticas. 

 

2, novembro 2021

Deixe seu comentário

Fique por dentro das novidades sobre energia solar e economia na conta de luz!