Blog da Gena

Energia solar para residências: o que acontece à noite ou quando falta luz?

21, fevereiro 2019

Quando o assunto é energia solar para residências, é comum surgirem muitas dúvidas. Dois dos pontos mais questionados é o que acontece com a energia fotovoltaica quando falta energia elétrica, e como ela funciona durante à noite.

Apesar de termos um post aqui sobre as principais dúvidas sobre energia solar em geral, hoje responderemos mais a fundo as questões sobre a energia solar para residências, para te ajudar a entender como este processo funciona. Ficou curioso? Então continue acompanhando o post. Vamos lá?

Energia solar para residências: Vale a pena?

Algumas vezes ouvimos pessoas questionando se vale a pena instalar um sistema de captação de energia solar para residências. Por aparentar ser uma estrutura grande, muitos acreditam que o investimento só compensa em empresas de grande porte, que consomem muita energia elétrica.

É claro que em um caso como este, recorrer à energia fotovoltaica é uma ótima opção. Mas isto não significa que investir em energia solar para residências não compensa. Reduzir os gastos de energia elétrica, além de sustentável é uma ótima maneira de economizar dinheiro, diminuindo drasticamente o valor da fatura da companhia de energia.

Engana-se quem pensa que o consumo de energia residencial não é alto o suficiente para investir em um sistema de energia solar fotovoltaica. Não existe uma margem mínima de gastos com energia que indique quando é vantajoso instalar um sistema de captação de energia solar.

Aparelhos como geladeira, máquina de lavar roupas e até mesmo o chuveiro, consomem uma grande quantidade de energia elétrica. Quem possui energia solar em casa pode consumir em tempo real a energia fotovoltaica produzida, utilizando a energia elétrica durante à noite por exemplo.

E se houver mudança de residência?

Outro ponto que leva algumas pessoas a questionarem a energia solar em casa é a mudança de residência. É comum não ter certeza se irá permanecer morando no mesmo local por muito tempo, ou mesmo morar de aluguel e ter medo de investir em algo como a energia solar.

Para quem mora de aluguel

Se você mora de aluguel, sim é possível instalar um sistema de energia solar para residências. Primeiro será necessário conversar com o proprietário do imóvel, e caso ele permita há duas opções.

Na primeira você poderá levar o equipamento para sua nova casa. Como a energia solar não é difícil de ser instalada, sua remoção e reinstalação também é possível. No segundo caso o investimento permanecerá no imóvel e o valor pode ser abatido do aluguel, basta conversar com o proprietário, e decidir qual é a melhor opção.

Para quem mora em um imóvel próprio

Caso você possua um imóvel próprio isso se torna ainda mais simples. Caso se mude, também é possível levar o equipamento consigo, ou você poderá deixá-lo na residência e ele será um item de valorização da casa. Isso mesmo, um imóvel com sistema de captação de energia solar fotovoltaica tem um valor de venda elevado, e desse modo você poderá lucrar ainda mais.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a energia solar para residências, confira algumas dúvidas frequentes sobre este tipo de sistema. Acompanhe.

energia-solar-para-residencias

Dúvidas frequentes sobre energia solar residencial

Existem muitas dúvidas sobre energia solar para residências, e para facilitar trouxemos as perguntas mais frequentes sobre o assunto. Desse modo você poderá entender melhor como funciona o processo e como ele irá te ajudar a economizar dinheiro, além de contribuir com a natureza. Confira.

A instalação demora?

Muitas vezes as pessoas pensam no transtorno que a instalação de um novo equipamento pode causar e acabam não investindo em algo vantajoso. O sistema de energia solar para residências normalmente é de fácil instalação, levando em média cerca de um dia.

O tempo de instalação varia de acordo com a altura do telhado, inclinação, material, e se é necessário o uso de suportes para a inclinação dos painéis ou não. Apesar disso ela não costuma ser um incômodo, e quando menos esperar sua casa estará gerando energia solar fotovoltaica.

Precisa de manutenção constante?

Para que o sistema dure por muito tempo é importante contar com um técnico para vistoria e revisão a cada 5 ou 10 anos. Desse modo você irá garantir que seu equipamento terá uma longa vida útil.

Quanto à limpeza, desde que haja segurança, pode ser feita pelo proprietário do equipamento. Ela deve ser realizada a cada 12 meses, e pode ser feita apenas com água, para eliminar folhas de árvores ou mesmo fezes de pássaros que ficam sob os painéis.

Vale ressaltar que não é recomendado andar sobre os painéis, pois isso poderá causar microfissuras no equipamento, prejudicando assim o seu desempenho.

Quanto tempo dura o sistema?

A vida útil de um sistema de energia solar para residências é em média 25 anos, desde que seja bem cuidado. Para isso é preciso atentar-se à manutenção e limpeza que citamos no item anterior, e cuidar com obstáculos que podem impedir a luz solar de chegar aos painéis.

Árvores próximas que podem fazer sombra nos painéis de energia solar deverão ser podadas com frequência. Fezes de aves também podem prejudicar o equipamento. A região do painel que permanece em sombra constante pode acabar queimando, e perdendo sua função.

O granizo pode danificar o equipamento?

A superfície dos painéis é feita de vidro temperado à prova de granizo. É um material muito resistente e que não sofrerá danos facilmente. Isso não significa que nenhuma chuva de granizo poderá danificar o equipamento, mas sua resistência é grande e as chances do vidro se quebrar são pequenas.

Existem testes realizados com painéis fotovoltaicos que mostram a qualidade do vidro, mas vale lembrar que apesar desta resistência, isso não significa que não possam ocorrer danos nas células fotovoltaicas, prejudicando o funcionamento do equipamento.

A fatura de energia elétrica pode chegar a R$0,00?

Infelizmente isso não acontece. É possível que você não utilize nada de energia elétrica durante um mês, mas apesar disso é necessário pagar uma taxa mínima cobrada na fatura. Esta taxa varia conforme a região e a companhia elétrica que a abastece.

A não ser que seu equipamento possua o sistema off-grid (que explicaremos mais à frente neste post), não será possível se isentar da fatura de energia elétrica. A maioria dos sistemas de energia solar para residências é conectado com a rede da companhia elétrica, por tanto há necessidade de contar com ela também.

O que acontece com a energia solar para residências durante à noite?

Como a energia fotovoltaica é gerada por meio da incidência da luz solar nos painéis de captação, este ponto não está relacionado com o calor produzido pelo sol. Ao saber disso, é normal se perguntar o que acontece com a energia solar fotovoltaica durante a noite.

Para começar, é importante entendermos que como não existe incidência de luz solar à noite, também não existe geração de energia neste período. Durante o dia, toda a energia gerada é consumida em tempo real, mas durante à noite isso não é possível.

Neste caso podem ocorrer duas situações. Confira.

Créditos são resgatados

Durante o dia é possível que a produção de energia supere a quantidade gasta, e dessa forma são acumulados créditos de energia fotovoltaica. Estes créditos são resgatados e utilizados durante à noite, evitando assim a utilização da energia da companhia elétrica.

Vale lembrar que isso depende do clima e dos gastos de energia diários. Dias ensolarados, sem bloqueio de nuvens irá produzir mais energia, podendo assim gerar créditos.

Energia da companhia elétrica

Este é outro cenário que acontece à noite. Quando não são gerados créditos durante o dia, não existe um acúmulo de energia solar para residências. Assim todo o consumo feito durante à noite será suprido pela companhia de energia elétrica.

É possível utilizar energia solar fotovoltaica quando falta luz?

Esta é outra dúvida muito comum quando o assunto é energia solar para residências. Para responder esta pergunta é preciso entender que existem dois casos: em um deles é possível utilizar a energia solar fotovoltaica quando há falta de energia elétrica, e no outro caso não. A situação varia de acordo com o sistema que for implementado em sua casa. Confira.

Sistema on-grid

De um modo geral, no sistema on-grid não é possível utilizar energia solar quando não há energia elétrica. Neste caso a energia excedente produzida não é armazenada em nenhum dispositivo, e sim injetada na rede da companhia elétrica.

Desse modo são acumulados os créditos. Isso nada mais é do que um desconto feito na fatura de energia elétrica. Toda a energia solar residencial excedente que vai para a companhia é calculada, e assim reduzida da conta de energia.

Sistema off-grid

No sistema off-grid toda a energia solar residencial produzida em excesso é armazenada em um dispositivo, normalmente composto por baterias. Assim a energia produzida a mais fica armazenada, pronta para ser utilizada a qualquer momento.

Este dispositivo pode funcionar de maneira independente da rede da companhia elétrica, e dessa forma é possível ter energia mesmo quando há falta de eletricidade na região.

Gostou do post? Continue acompanhando o blog Gena para tirar mais dúvidas como essas.

21, fevereiro 2019

Deixe seu comentário

Fique por dentro das novidades sobre energia solar e economia na conta de luz!