Blog da Gena

Como funciona energia solar: descubra tudo

Como ter uma empresa sustentável? Confira 5 dicas

2, janeiro 2020

Com a popularidade da sustentabilidade, cada vez mais ouvimos falar sobre a energia solar e os seus benefícios, mas poucos realmente entendem do assunto ou sabem como funciona energia solar. A geração desse tipo de energia limpa ainda é um assunto novo para a maioria das pessoas, e por isso novas dúvidas surgem a todo momento.

Encontrar a resposta para todas essas questões pode ser complicado, mas a tarefa se torna mais simples quando entendemos de maneira geral como funciona a energia solar e os principais pontos que precisamos saber sobre ela.

Quer saber como converter energia solar em elétrica, como ela funciona sem a presença do sol e o que a legislação diz sobre esta geração de energia? Então continue acompanhando o post e descubra.

Como funciona energia solar nos painéis?

Uma das maiores dúvidas de quem não entende muito sobre o assunto, é entender como acontece o processo de captação da luz solar e como converter energia solar em elétrica. Ao contrário do que muita gente pensa, a energia elétrica produzida com a utilização do sol não é feita pelo calor que o sol emite, mas sim pela iluminação que ele gera.

Vamos explicar de uma maneira mais técnica como funciona energia solar e como converter energia solar em elétrica: nesse método as células fotovoltaicas (ou células de energia solar) são produzidas por materiais semicondutores (na maioria das vezes é utilizado o silício). Parte dos elétrons do material iluminado absorve fótons (partículas de energia solar) quando a célula sofre exposição na luz. De forma resumida, elétrons são transportados e levados para fora das células de energia solar e podem assim ser utilizados como energia elétrica.

Para ficar mais claro, que tal conferir nosso infográfico sobre como funciona a transformação em eletricidade a partir da energia solar?

Outro ponto importante que você precisa saber é como é garantida a economia na conta de luz, que leva tantas pessoas a investirem na energia solar. Diferente do que muitos pensam, a energia que você produz não fica armazenada no sistema para ser utilizada. Ela é injetada diretamente no sistema da companhia de energia da sua região, sendo calculada e convertida em créditos na próxima fatura.

Vale lembrar que todo esse processo só pode acontecer se a instalação do equipamento estiver dentro das normas determinadas na legislação energia solar, sendo a principal a Resolução 482 da ANEEL. É importante saber sobre essas regras antes de investir em energia solar residencial ou empresarial. Confira.

Entenda a Legislação Energia Solar

Compreender o que a Legislação Energia Solar determina sobre a utilização deste sistema é essencial antes de fechar negócio. A ANEEL regulamenta os “créditos de energia solar”, influenciando diretamente na economia que o sistema gera para quem produz este tipo de energia.

Além do mais, entender a parte burocrática e legislativa da energia solar é uma maneira de se proteger de golpes. Saber o que está ou não dentro das normas ajuda a identificar empresas que agem de má fé ou trabalham de maneira irregular.

Existem algumas regras que determinam quem pode ou não participar do sistema de créditos de energia solar. Ao contrário do que muitos pensam, não basta possuir as placas solares para gerar economia na fatura de energia elétrica. A ANEEL estabelece que é necessário ser um “Consumidor Cativo”. Isso significa que você precisa comprar sua energia da companhia elétrica da sua região.

Além do mais, existe um limite de potência máxima a ser instalada em um mesmo local determinada pela Legislação Energia Solar. Dentro da lei é permitido 35.000m² de painéis solares, totalizando 5.000kWp. Apesar de ser uma quantidade relativamente alta para boa parte da população que decide investir neste sistema, é preciso ficar atento.

Tudo de acordo com a legislação? Então é hora de entender como funciona a energia solar sem sol, ou com interrupções climáticas. Acompanhe.

Energia solar sem sol, é possível?

Como a energia solar é proveniente de uma recurso natural, temos que contar sempre com as adversidades climáticas que podem influenciar todo o processo de captação da luz solar. Confira a seguir como funciona energia solar em diferentes situações do dia a dia.

Energia solar à noite

Como muitos imaginam, a energia solar não é produzida durante à noite. Durante o dia é possível que a produção de energia supere a quantidade gasta, e dessa forma são acumulados créditos de energia fotovoltaica. Estes créditos são resgatados e utilizados durante à noite, evitando assim a utilização da energia da companhia elétrica.

Outro cenário possível de acontecer à noite é a utilização da energia da companhia elétrica. Quando não são gerados créditos durante o dia, não existe um acúmulo de energia solar à noite. Assim todo o consumo feito durante à noite será suprido pela companhia de energia elétrica.

Energia solar com chuva

É normal que este tipo de dúvida apareça quando falamos sobre como funciona energia solar. A chuva é um fator que pode sim influenciar na captação da luz do sol, mas isso não impede que ela chegue até os painéis.

A maior preocupação com a energia solar com chuva é no caso do granizo. Mesmo que as placas sejam fabricadas em vidro ultra resistente, é possível que as pedras de gelo causem alguma rachadura, por exemplo. Na maioria das vezes isso não acontece, mas se ocorrer basta entrar em contato com a empresa responsável pelo equipamento e substituir o painel danificado.

Energia solar com nuvens

Muitas pessoas acreditam que por morarem em regiões muito nubladas, com poucos dias de céu aberto, terão dificuldades para gerar energia a partir do sol. É claro que as nuvens acabam impedindo que parte da luz do sol chegue até os painéis, mas nem sempre isso é algo muito prejudicial. Diversas cidades ensolaradas não possuem uma boa incidência de luz solar, e o contrário também acontece com frequência.

Um bom exemplo é a energia solar Curitiba. A capital paranaense possui uma incidência solar maior do que muitas cidades da Bahia por exemplo. O Paraná se destaca por garantir o 5º lugar no ranking nacional dos estados com altos índices de insolação.

Energia solar no inverno

O clima frio não faz diferença quanto à quantidade de luz solar que é absorvida pelos painéis, visto que o calor é um fator a parte neste caso.

Mas não podemos esquecer que no inverno contamos também com uma maior incidência de chuvas e dias nublados (na maioria das regiões). As nuvens acabam bloqueando parte dos raios solares, fazendo com que a captação seja menor nestes dias, mas isso não significa que não haverá geração de energia por conta de um céu fechado.

Entender como funciona energia solar é ótima maneira de ficar por dentro das alternativas de energia limpa e sustentável, pensando na sustentabilidade e no futuro do meio ambiente. Não deixe de nos acompanhar no Facebook e Instagram para conhecer mais hábitos sustentáveis.

2, janeiro 2020

Deixe seu comentário

Fique por dentro das novidades sobre energia solar e economia na conta de luz!